18 abril, 2013

Visitando ruínas antigas e o sentir de almas esquecidas...


Acabo de chegar. Foi um percurso longo visitando de passagem Évora, Borba, Elvas, Redondo, Monsaraz, Mourão. A estadia foi em Juromenha, a olhar o Guadiana, a visitar ruínas e a ouvir lamentos do sentir de almas esquecidas. Os testemunhos recolhidos no Alandroal confirmam que precisamos de um grande susto. O Alqueva está lá, quase sem estar. Vê-se mas não se sente. 

Voltei, e trago um rio no olhar.