09 abril, 2013

Na era dos comentadores, o "euísmo" substituí o "achismo"...

Se antes a televisão manipulava pelas imagens, hoje distorce a realidade pela narrativa...
Antes, a realidade estava lá, mas era mostrada de forma manipulada. Viveu-se com a produção de uma opinião que desenvolveu o chamado "achismo". Todos nós (sim, até eu) nos manifestávamos através do que achávamos. Com o desenrolar dos tempos, o "eu acho que" ocupou o discurso baseado na "mensagem" televisiva, depois secundada na imprensa escrita. Mas "achar" ainda significava pensar, ter algum espírito critico, desmontar e tentar perceber...

"Euísmo" é uma palavra que acaba de ser inventada, com a chegada de uma enxurrada de comentadores. O "euísmo" é um "eu acho" sem se achar nada, por tudo ser achado por quem está (supostamente) bem preparado por achar por nós. É uma palavra avinagrada, mordaz. Parece colocar ênfase no "eu", mas que dizer exactamente o contrário. Significa a implosão do nosso individualismo que foi levado a um extremo mal conhecido: a negação do nosso eu.  Quando dissermos "eu acho" estar-se-a  a afirmar o que o comentador acaba de achar, senão esse, um outro qualquer, da enxurrada chegada...

Ao qu´isto chegou, já nem há rebanhos como havia dantes... 

10 comentários:

Fê Blue bird disse...

Concordo plenamente!
O narcisismo dos comentadores virou praga!
E afinal não acham nada!

beijinho

Rosa dos Ventos disse...

Eu acho que este discurso avinagrado está correcto! :-))

Anónimo disse...

Tô concordando com o Rosa dos Ventos ( é o Arnaldo não é ?)

Barbara.
obs: no caso, estou me referindo a tv cá deste lado do Atlântico.

Lídia Borges disse...


"Euísmo"!
Bem me parecia que havia palavras por inventar para se dizer o que se acha do já achado.

Um beijo

jrd disse...

Já lá vai o tempo do plural majestático.

ana disse...

É um prazer ler as suas reações recheadas da mordacidade avinagrada.
Boa noite!:)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Totalmente de acordo. Já mete nojo tanto comentador. Amanhã estreia-se a ex-aia de Cavaco. Substituída no cargo pela dupla Gaspar/Coelho, vai fazer comentários para a TVI

Maria Luisa Adães disse...

Bom texto, verdadeiro e puro e me deslumbrou pela verdade e pela forma como está apresentada neste tempo em que ninguém faz nada e não se percebe nada".

Grata por o encontrar nas linhas e entrelinhas dos meus poemas...

Beijo,

Maria luísa

Maria João Brito de Sousa disse...

Do "achismo" ao "euísmo" acaba tudo no laxismo que LHES convém...


Abraço!

Tétisq disse...

O euísmo mais perigoso é o dos que se acham legitimados a fazer o que bem acharem e que infelizmente têm poder para isso...