19 janeiro, 2014

Eugénio de Andrade


"Ser jovem não é fácil. Alguns procuram-me para que lhes dê certezas, e eu não tenho nenhumas, nem sequer para uso pessoal. Por isso não deixo de lhes dizer que a única coisa em que estou interessado é em perturbá-los. A poesia é subversão, e esta passa pelo corpo, naturalmente"
...
"Caridade é uma palavra de flancos frios e águas estanques. Conduz sem grandes desvios ao mundo pantanoso e pervertido da repressão, onde a consciência que se diz virtuosa mais não faz que servi-lo, desinteressada como está em que a potencialidade humana se afirme em todo o seu esplendor"

Eugénio de Andrade, em "Rosto precário"

10 comentários:

São disse...

Gostei dos excertos e aumentou a minha já grande admiração por Eugénio, grande poeta do amor.

Que esteja em paz!

Lídia Borges disse...


"Hoje são apenas os meus olhos..."

Um beijo

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente Eugénio de Andrade....
Cumprimentos

Mar Arável disse...

O nosso Eugénio

sempre

jrd disse...

As palavras do Poeta voaram como gaivotas.
Adeus!

maceta disse...

e foi mesmo um adeus belo e cruel.

Fê blue bird disse...

Sempre lúcido e contundente, como todo o bom poeta tem que ser.

beijinho

Graça Sampaio disse...

O grande poeta da sensibilidade!

OceanoAzul.Sonhos disse...

Magnifico!

abraço
cvb

Rosa dos Ventos disse...

Além da grande admiração que tenho por Eugénio de Andrade identifico-me na íntegra com estas escolhas do Rogério!

Abraço