14 novembro, 2010

O sorriso da Rita

Não sei se leu, mas escrevi no meu livro: "...lançando-me um sorriso. O sorriso tinha luz e calor de enternecer". Se fosse a Minha Alma a primeira a comentar o sorriso da Rita, ela teria plagiado um autor amado:

Creio que foi o sorriso,
sorriso foi quem abriu a porta.

--
Era um sorriso com muita luz
lá dentro, apetecia
entrar nele, tirar a roupa, ficar
nu dentro daquele sorriso.
--
Correr, navegar, morrer naquele sorriso