15 setembro, 2012

Destroikar ou voltar ao ritmo de arder em fogo lento? (2)

Sem ambiguidade: QUE SE LIXE A TROIKA

8 comentários:

BRANCAMAR disse...

Vamos lá destroikar.
Hoje o mais importante é estar na rua, as coisinhas de fim de semana podem ficar para tràs e nem imaginas quantas coisas deixo para tràs, mas esta causa é de todas a mais importante do momento.

Beijos

São disse...

Tenciono estar em Lisboa, às 17H, na Praça José FOntana.

Até logo.

Isa GT disse...

Os portugueses sabem fazer sacrifícios mas, são insuportáveis as excepções e ver que os sacrifícios não estão a ser para todos e é preciso avisá-los de que não estamos a dormir nem somos tolos e para que nos levem a sério... desta vez, está muita coisa em jogo, no mínimo, uma vida com dignidade.

Bjos

Silvia Mota Lopes disse...

Afinal nem foi a troika!!! foi o governo que tomou estas medidas e a troika aceitou...adorei ouvir a Maria filomena Mendes...professora universitária reformada...agora mesmo...ela só não faz mais barulho porque há pessoas que vivem com 400 euros...os pobres e os da classe média que trabalha é que está a padecer com isto tudo, não são os ricos...é por isto..porque trabalhamos e somos honestos e nos estão a roubar é por isto tudo que vou para a rua..
estas medidas são um absurdo!!!!

Fernanda disse...

Estamos a mostar que não temos medo!
É o príncipio do fim, acredito.

. intemporal . disse...

.

.

. mais.do.que."destroikar" .

.

. muito mais .

.

. abraço .

.

.

Lídia Borges disse...


Em Braga, foi bonito de se ver o que não se via há décadas.


Lídia

Fê-blue bird disse...

Foi muito bonito!

beijinhos