16 janeiro, 2013

A dona Esmeralda e a vizinha do 4º andar, a conversar - (14)


As vizinhas comentam desagravos de pequenos empresários...

Vizinha do 4º andar (em tom deprimido) - Dona Esmeralda, estou desolada. Depois de ter percebido que o salário até tinha crescido… pimba, foi despedido
Dona Esmeralda (estupefacta) - Mas… Crescido?... Despedido? Explique lá isso!
Vizinha do 4º andar (em jeito de explicar) - A senhora sabe da subida do IRS... sabe da tal taxa... e sabe das simulações... com as tais antecipações... e que até dava dinheiro a mais...
Dona Esmeralda (nada admirada) - Claro que sei... ontem cá em casa andámos a fazer contas...
Vizinha do 4º andar (quase a gritar) - Pois o busílis está aí... o patrão não tem um tostão furado, quanto mais para antecipar esse salário...
Dona Esmeralda (a tranquilizá-la) - Então recebe lá mais para o verão... o seu marido é quem tem o poder de decisão...
Vizinha do 4º andar (quase a chorar) - Ele sabia disso e levantou a voz porque nos dava jeito agora,  porque não se sabe o dia de amanhã, patati, patatã e pimba... depois de pedir muita desculpa, pô-lo na rua!... 
Rogérito (interrompendo, nesse preciso momento) - Vizinha deixe lá, o seu marido está ali excitadíssimo com a arbitragem do último domingo