05 janeiro, 2013

Álvaro Cunhal, "Porque nenhum de nós anda sozinho / E até mortos vão a nosso lado.” - 6

"Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis" - Bertold Brecht
Vão os imprescindíveis sendo ceifados? Vai a morte os afastando? Não, se os que queremos presentes. Foi a 3 de Janeiro de 1960. Não considero uma fuga mas um (re)entrar dentro da luta...

Agora, nesta prisão sem grades, não há que fugir. É seguir-lhe o exemplo, a determinação, a coerência na defesa dos valores, entrando na luta.
Hoje somos todos imprescindíveis...  



(video editado, aquando do 50º aniversário do feito histórico)