28 janeiro, 2013

Poemas de versos-asa que me entram em casa... e confirmam este meu ineluctável caminho

"Itinerário ineluctável" pintura de Helena Vieira da Silva, com poema de Sophia
I
De um poema de Sophia, sobre Helena
Guardo bem guardado
O significado
De um itinerário
Que redescubro nos poemas quase completos
Um, tem quase tudo
O outro, tem outro quase tudo
E, também, o quase nada que ao outro faltava 
II
 "Aqui, as aves falam de cumplicidade,
do divino e do terrestre,
da aliança entre deuses e homens
numa linguagem inteligível por reis e plebeus.
Falam dos grãos de pão meticulosamente
repartidos, do vinho e da sua alegria contagiante,
da seiva acesa que alimenta sonhos, intentos e utopias."
III
Habita-nos no entanto esta miragem
De exceder as circunstâncias
E em cada gesto pressentir o ressumar
Das colheitas no vermelho das espigas
Em maduros Maios do futuro...
... do que me deu o Herético
IV
Ando a aprender
A coleccionar irmãos
Que me armam de verdes paisagens
E me oferecem poemas 
Fazem-me sentir
Que não ando sozinho
Por este ineluctável caminho

16 comentários:

Sandra Subtil disse...

Que post magnífico! Adorei!
Beijinho

BlueShell disse...

...eu, porém, sinto-me só...aqui onde me encontro....

Bj triste...

Maria João Brito de Sousa disse...

Excelente post, Rogério!

Por este "ineluctável caminho", nenhum de nós vai só e até os mortos nos acompanham... invariavelmente nos têm acompanhado todos os que a ele e à resistência se atrevem.

O meu abraço!

ana disse...

Muito bonita esta postagem.
Amanhã vai sair um desafio/partilha no (IN)Cultura, gostaria que participasse com o seu contributo.
Boa tarde.

JP disse...

Andamos todos a aprender Rogério. Aqui não estamos sós....

Boa esta postagem.

Abraço

jrd disse...

De cumplicidades e complementaridades, se faz o caminho caminhando.

Lídia Borges disse...

[...]
«Mas um dia emergiremos e as cidades
Da equidade mostrarão o seu branco
Sua cal sua aurora seu prodígio.»

Sophia

Gota a gota... um oceano!

Obrigada

Lídia

heretico disse...

a tua Alma merece, contigo e o teu Contrário...

um privilégio "coabitar" com a Lídia Borges

abraço

O Puma disse...

Belíssimo

Uma por dia
e terás um cancioneiro
de vozes ao alto

quem és, que fazes aqui? disse...

Não anda só. Eu e outros estamos consigo neste caminhar... às vezes só aparentemente parado.

Beijinho

Laura

Graça Sampaio disse...

Que excelente mix! Muito bom! Muito bem selecionado!

Beijos poéticos.

as-nunes disse...

Sabe bem sentir que temos companheiros de marcha!

Assim, até o objetivo parece mais próximo.

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido amigo

Não poderia estar sozinho, tem muitos que o seguem e admiram e eu sou sua admiradora.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Mel de Carvalho disse...

uma poética que pede meças ao que de melhor se publicou ou publica, neste País - dois poemas verdadeiramente excepcionais, que li, na íntegra, nos respectivos blogs, de dois, não menos excepcionais e enormes poetas.

bem haja por os trazer aqui, Rogério.

abraço fraterno
Mel

Fernando Santos (Chana) disse...

Meu caro; excelente post....
Um abraço

Janita disse...

...e caminhando tão bem acompanhados, nunca a marcha nos cansará!
Caminhemos, pois!
A meta está próxima...:)

Beijos.