27 novembro, 2012

Falemos então da persistência da água...

(ver aqui)

Falemos do rio que se alarga
Falemos da água clara
Falemos da persistência da água
De que se diz ser mole
A bater
Em pedra dura
Falemos da pedra que fura
E deste rio que se alarga
Falemos da persistência da água