29 novembro, 2012

Não ironizo, é mau demais para provocar riso...


«Temos uma Constituição que trata o esforço do lado da Educação de modo diferente do da Saúde. Isso dá-nos alguma margem de liberdade na área da Educação para poder ter um sistema de financiamento mais repartido entre o que pagam os cidadãos e a parte fiscal, que é paga pelo Estado». 
Passos Coelho (ler aqui)